Um ano de 2012 cheio da paz … de Cristo.

E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Filipenses 4.7

Um dos desejos mais comuns na virada do ano é paz. De uma forma comum compreendemos paz  como um sentimento relacionado a ausência de problemas, coisas desagradáveis ou necessidades. A pergunta que não se cala em meu coração è a seguinte: Quem consegue viver ausente de problemas ou não tem necessidade de algo? Esta carência por completude existêncial constuma a ser suprida por paleativos como bebidas, drogas, relacionamentos degradantes etc. Ao final, cada um destes nos conduz a uma única realidade depressiva, angustiante e vazia.

Nos angustimamos porque só podemos explicar o que compreendemos. A nossa compreensão reflete nossa percepção da vida e nos conduz as escolhas que fazemos. Algumas destas acertamos, mas outras produzem mais dúvidas. O resultado  de escolhas erradas podem reverberar por anos e trazer consequencias num primeiro momento imprevisíveis. O resultado é conviver com o sentimento de ter um coração perdido, sem rumo e viver a viciante rotina dos paleativos.

Jesus nunca fez promessas de suprimir nossos problemas, pelo contrário, nos prometeu aflições durante a caminhada do discipulado, entretando promete paz em meio a elas. Como encontrar paz se não há equilibrio existencial? Como experimentar tranquilidade com tantos problemas? A primerira parte da resposta encontramos na seguinte afirmação de Jesus: Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. João 16:33. Ou seja, a paz de Cristo não é um paleativa e sim permantente, constante, verdadeira e só pode ser encontrada Nele. A segunda parte da resposta esta no texto de Paulo aos Filipenses. A paz de Cristo não esta limitada a nossa compreensão, ela guarda os nossos corações mesmo quando não compreendemos as respostas de Deus para a nossa vida e ainda que os nossos sentimentos nos traiam.

“Sim, Deus nos concede paz. Porém a paz que ele nos dá não é a paz das pessoas que evitam coisas desagradáveis.”  Eugene H. Peterson

Anúncios

Um pensamento sobre “Um ano de 2012 cheio da paz … de Cristo.

  1. A paz que o mundo dá nos traz sensação de segurança e controle de tudo. Mas quando vêm os problemas, as dificuldade logo percebemos que esta paz é efêmera que dura enquanto os problemas não aparecem. somente a paz de Cristo, que é eterna, nos dá a esperança e faz reconhecer que Deus está no controle de tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s